Onde esconderam os Coelhos da Páscoa?

Onde esconderam os Coelhos da Páscoa?

Olá, olá…

“Escondi pequenos coelhos da Páscoa de chocolate pela casa toda e, agora vocês têm de os encontrar. 3, 2, 1…. Podem começar!!!” Foi desta forma que desafiei as minhas filhas para uma caça aos coelhos dentro de casa. Manter duas crianças dentro de quatro paredes não tem sido fácil. Ainda por cima, coincidiu com uma altura de “bom” tempo e o que elas mais querem é ir dar um passeio.

As últimas semanas têm sido uma aventura aqui por casa. Entre ir para o atelier produzir chocolates, preparar as encomendas, pedir o transporte, voltar para casa e manter entretidas duas crianças, não tem sido fácil. Eu e tantas outras famílias tivemos de mudar as nossas rotinas de forma drástica. No atelier, nem vos digo nada. Que confusão!

Sabem quando têm tudo planeado, a máquina toda montada para antecipar um cenário de encomendas como no dia dos namorados ( houve dias que tiveram de ir duas pessoas aos correios para enviarmos mais de 100 encomendas por dia ) e, de repente, volta à estaca zero. Sim, voltámos à estaca zero! O atelier é um espaço demasiado pequeno para termos tantas pessoas lá dentro e, ao mesmo tempo, garantirmos a segurança de todos. Por isso, fizemos turnos – nada de trabalhar à noite 🙂 –  e dividimos o trabalho de outra forma.

Para um negócio pequeno, como ainda é a Pedaços de Cacau, tornam-se financeiramente difícil estas alturas de incerteza. Mas arregaçámos as mangas! Decidir continuar a produzir os chocolates para a Páscoa não foi uma decisão imediata. Tínhamos de ter a certeza que os correios iriam continuar a funcionar, que teríamos a matéria-prima, que existiam condições de higiene e segurança para podermos estar a trabalhar no atelier…. Tanto para pensar, mas lá nos decidimos. Acima de tudo, pensámos que na impossibilidade de estarmos na linha da frente, poderíamos continuar na linha de trás e encurtar a distância social. Por isso, continuamos a produzir e a enviar. E, devo dizer, ninguém na Pedaços de Cacau se arrepende.

Todos os dias temos recebido mensagens daqueles que ouvem a campainha de casa e encontram do outro lado um miminho de chocolate, enviado por alguém especial, que queria fazer desta Páscoa uma partilha de carinho e amor. Mas, para isso, tivemos de alterar algumas coisas.

Confeção dos chocolates
Aumento da frequência na higienização do espaço;
Lavagem e desinfeção mais frequente das mãos.

Embalamento

Redução do número de pessoas envolvidas no processo;
Maior frequência na lavagem e desinfeção das mãos.

Receção de Mercadoria
Mercadorias rececionadas à porta e sem contacto entre as pessoas envolvidas na entrega e na receção da mesma.

Envio da Encomendas
Durante este período de quarentena e contenção do vírus, decidimos fazer envios apenas por transportadora, pois garantem medidas de prevenção e higiene dos colaboradores e dos nossos chocolates.

Entrega das Encomendas
A entrega dos chocolates é feita à porta, tocando à campainha.

 

Muitas alterações para as quais não estávamos preparados, não é?

A pior parte desta quarentena é a incerteza do que vai acontecer no futuro. Mas há sempre algo de bom que podemos tirar destas situações. Tanto pedia para arranjar mais tempo para estar em casa com as minhas filhas, e ele apareceu. Devo dizer que, a dado momento do dia, é um desafio. Por outro lado, é uma oportunidade de fazer mais atividades com elas. Lembram-se das tabletes para pintar? Imaginem a cara delas quando lhes disse que podiam pintar e desenhar o que quisessem e, no fim, tinham direito a comer um bocadinho de chocolates? Nunca as vi com tanto empenho a tentar finalizar um desenho! 🙂

Que comece a caça aos coelhos da Páscoa

No meio destas alterações, o aniversário da minha filha mais velha. Estava tudo pensado para fazermos uma pequena festa. Ela ainda não tinha sugerido nada, mas confidenciou-me que queria algo diferente. E, eu pensei “E agora? O que vou fazer dentro de quatro paredes de diferente do que tenho feito nas últimas semanas?”. Confesso que, a dado momento, as ideias começam a faltar. Foi aí que me lembrei de algo bem típico da Páscoa, a caça aos ovos.

Vai na volta e lembrei-me de uma série de coisas que poderia acrescentar, para tornar o dia ainda mais divertido. “Por que não usar os saquinhos de pano para elas irem “colecionando” os coelhos da Páscoa, que vou espalhar por casa e, como prémio, posso dar-lhes um mini-ovo?” Chocolateiras como elas são, até eram capazes de comer os coelhos recheados e o ovo, sem problema nenhum!

Fonte: Pedaços de Cacau

 

 

O primeiro passo estava dado e, agora, só tinha de o implementar. Levantei-me de manhã, ainda estavam elas a dormir, e comecei a esconder os coelhos da Páscoa. Acabei também por espalhar uns quantos ovinhos de chocolate para elas irem comendo. Claro que não lhes passei esta informação 🙂

O jogo só tinha três regras:

  • Divertirem-se muito;
  • Encontrarem os ovinhos de chocolate;
  • Guardar no saquinho de pano todos os coelhinhos dourados que encontrassem.
Fonte: Pedaços de Cacau “Ovinhos de Páscoa com Crocante Colorido”

 

E lá começaram elas. Todas entusiasmadas por poderem andar a bisbilhotar tudo. Foram encontrando os coelhos e lá os iam colocando no saco. A parte mais engraçada foi vê-las a guardarem na mão os ovinhos de chocolate porque não os podiam colocar dentro do saco. Até que lhes disse que todos os ovinhos de chocolate que encontrassem podiam comer. Ui… A cara delas mudou da noite para o dia e aí é que começou a correria. Pobres dos meus vizinhos que só tiveram a oportunidade de ouvir, e não provaram 🙂

A melhor parte veio no fim. Depois de tanto chocolate, elas não estavam mesmo à espera desta: um ovo de chocolate recheado. Decidi optar pela versão mini, porque lhes queria dar a oportunidade de comerem tudo o que lhes desse. E lá comeram, todas contentes. Durante aquele dia, tenho a certeza que não se lembraram mais de que estavam em casa.

É nestas alturas que damos valor à liberdade que temos para sair de casa em segurança. Sei que não é fácil, mas #vaificartudobem.

 

Boa caça aos coelhos,

Raquel

Post relacionado

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.